Nós iluminamos
“ [..] Não temerei mal algum !
Salmos 23:4
Meus Faq Leia-me Ask Favoritos Facebook
THEME
1 / 568 »
“Eu não sei mais organizar as ideias num texto. Nem tenho mais tanta vontade de dissertar sobre essas coisas que todo mundo sente e uns poucos conseguem transformar em crônica ou poesia. Acho que sou outro alguém. A vida empurra a gente pra realidade, e o real não é encantador. O real coloca nossos pés no chão, por vezes, espinhoso, daí nos resta ser construído ou destruído. Eu dei de cara com a tristeza esses dias, e ela me derrubou, mas eu levantei e sorri. Sou mais forte que ela, pensei. E não é que eu tava certa? A vida é cheia dessas coisas. A gente nunca sabe quando nosso mundo vai desabar. Tenho aprendido a não eternizar certas coisas. A não ler o que nem devia ter sido escrito. A não reler o que nem devia ter sido lido uma vez. E quando a dor quiser escorrer pelos dedos em forma de poesia, eu escrevo, depois amasso e jogo fora. O mundo não precisa saber. Um dia a gente aprende: Não cabe poesia na dor.”
A menina e o violão.

“Na infância.. Bastava sol lá fora e o resto se resolvia.”
Carpinejar.

“Confesso que ando muito cansado, sabe? Mas um cansaço diferente… Um cansaço de não querer mais reclamar, de não querer pedir, de não fazer nada, de deixar as coisas acontecerem.”
Caio Fernando Abreu.

“E aí você vai dando tempo e de repente se pega acreditando de novo. Você nota que a vida é maravilhosa demais, e se sente feliz só por acordar para mais um dia. Percebe que as pessoas são únicas, e se sente tomado por uma vontade inexplicável de conhecer todas elas. Saber suas histórias. Seus desejos. Seus anseios. Seus amores… Seja para nos fazer feliz ou nos fazer crescer. Todo mundo que passa pela nossa vida, passa com algum propósito. E cabe a nós receber cada lição como única. E seguir aprendendo. Acreditando. Sorrindo. Dando tempo ao tempo. E vivendo. Seguindo sempre em frente.”
Recontador. 

“Tudo é saudade. Eu olho para o mundo e penso: Que saudade dos velhos tempos. Para as pessoas e resmungo — Que saudade dos velhos amigos. Tudo é motivo de saudades, até a escola de 5 anos atrás que eu vivia reclamando por ter que ir, virou saudade. Então não pense que você é uma exceção, você é saudade, como o verão passado, agora é outono e eu estou com saudades do verão passado. E quando for inverno então sentirei saudades do outono, mais ainda é outono e eu não tenho saudades. Você entende? Saudade é algo que passou e só, não mais que isso, e isso não significa que fez bem ou mal, que gostaria ou não que voltasse, então não tire suas próprias conclusões, você é apenas mais uma das minhas saudades.”
Anderson Babinski.

“Já sentiu aquela vontade de fechar os olhos e quando abrisse tudo estivesse mudado?”
Carol Alves. 

“Tudo o que aprendi se resume a isso: Deus nos fez simples e direitos, mas nós complicamos tudo…”
Eclesiastes 7:29   

“O maior defeito das pessoas é achar que nunca vão precisar de ninguém.”
gramaticado. 

“Eu lhes disse: “Preparem os campos para a lavoura, semeiem a justiça e colham as bênçãos que o amor produzirá. Pois já é tempo de vocês se voltarem para mim, o Senhor, e eu farei chover sobre vocês a chuva da salvação.””
— Oséias 10:12

“Mania de jogar o cabelo pro lado. Mania de sorrir quando sente alguém olhando demais. Mania de coçar os olhos e olhar o visor do celular como se houvesse chegado alguma coisa e não viu. Mania de estudar escutando música e revirar os olhos sempre que escuta, ouve ou vê alguma bobagem. De sorrisos, de olhares, de vozes e cheiros. Mania de achar que nem tudo é aquilo que se vê. De imaginar situações com quem nunca viu e se arrepiar, sorrir, se desesperar por isso. Mania de fechar os olhos antes de dormir e te desejar boa noite em pensamento, dorme bem, sonha comigo, te quero muito e bem.”
Caio Fernando Abreu.  





“Sempre é bom ter alguém que demonstre que se importa, que te peça para ficar quando você quiser ir, que faça você se sentir especial. Isso não é implorar amor como as pessoas dizem, isso se chama amar, se doar ao outro, mas acho que muitas pessoas não entendem isso.”
Gramaticas.  (via gramaticas)